Preciso fazer uma dieta. E agora?

Padrão

Ai, que dúvida. E agora, em qual vou?

Você já contabilizou quantas vezes você adiou sua dieta para a próxima segunda, o início do próximo mês ou início do ano? Bem, não sei se existe alguma estatística que revele qual o percentual de homens e mulheres que pensaram, por um instante, mudar seus hábitos de vida. Porém, na hora H, aquele happy hour, as baladinhas, a comida da mamãe e da vovó, o churrasco com os amigos só nos fizeram pensar: “ahhh, deixa pra próxima semana, né?”.

Não é fácil, reconheço. As tentações são imensas. Ainda mais na época de hoje, que mal temos tempo para comer em casa. São fastfoods, lanches, congelados, tanto “lixo gastronômico” a solta no mercado, que acaba se tornando uma concorrência bem desleal. Mas você pode pergunta: E agora, Marcio? Como lidar com essas intempéries?

Como diz minha nutricionista, eu sou disciplinado, determinado e focado. Eu não diria, torne-se um Marcio. Não precisa tanto, mas você precisa, a priori, pensar o que realmente importa para você. Se é subir dois degraus e ficar ofegante, tirar uma foto e pedir ao colega que deixe você toda (o) trabalhada (o) no photoshop, andar 100m e sentir o coração palpitar, provar uma calça 46 e pensar: “uau, essa loja tem a forma beeeeem grande, né? Na loja vizinha eu provei uma 38”. Ehhh, só esqueceu de reconhecer que provou, mas a peça nem passou do joelho. Mas, enfim. Ou o que importa é ter qualidade de vida.

Ter qualidade de vida não é ser magro, marombado, 5% de gordura corporal. O estético é consequência da atividade física somada à alimentação adequada. Qualidade de vida é sentir-se bem. É poder se olhar e ser feliz com o que é refletido, é comer uma comida e sentir-se leve, saber que você estará ingerindo nutrientes que vão ajudar no melhor funcionamento do corpo, evitarão doenças, melhorarão teu humor, dar-te-ão disposição, deixarão tua pele e cabelo melhores e, o principal, elevarão sua auto-estima para mais alta que o Burj Khalifa:

Maior prédio do mundo, com mais de 800m de altura. Fica em Dubai e é cerca de 120m maior que o Corcovado, onde fica o Cristo, no Rio de Janeiro.

Eu afirmo, é possível sim. Tenho descoberto diversas opções de alimentação, combinações de nutrientes e ingredientes que têm revolucionado a minha vida. E sei que vai revolucionar a sua também. Pratos bem elaborados, extremamente saborosos e que não deixam a desejar a nada que o mercado do “lixo gastronômico” oferece. Aliados, claro, a uma prática esportiva. Receita de sucesso. Nos próximos posts vou trazer muitas coisas legais. Dicas, sugestões, receitas, indicações. TUDO que eu encontrar e ver que é bom e vale à pena divulgar para pessoas que estão determinadas a se alimentarem mais saudavelmente.

Topa o desafio? Então, estamos juntos nessa.

Para começar, posso sugerir uma dica simples e bastante eficiente?

Anos atrás quando eu comecei minha primeira dieta, eu li esse livro: Emagreça Comendo – Lair Ribeiro.

É muito bom! Ele é psicológico e mostra como você conter compulsão alimentar e reeducar sua alimentação, tendo controle sobre o que você leva à boca. Tudo pela neurolinguística. Calma, o termo assusta, mas a leitura é agradável e te faz refletir. Clica aqui e baixa o livro. JÁ!

Saudações e que nunca nos sobrem gorduras localizadas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s